segunda-feira, 3 de dezembro de 2012

Imagine Harry Styles 2 (HOT)



Mais um dia eu acessando a internet e procurando notícias dele. De novo, com outra garota, eu não aguento mais. Meu irmão disse que ele gosta de curtir, mas eu não entendo isso, será que ele poderia ser um pouco mais discreto? Isso dói muito, muito mesmo. Ainda bem que ninguém sonha com o meu enorme ciúmes.
Eu resolvi descer pra comer alguma coisa, ficar sem me alimentar seria um suicídio idiota. Quando chego na sala vejo os meninos, e ele de touca. Típico pra dizer que transou essa noite. Como se eu já não tivesse pensado nisso.

-Olá Katy – disse Louis animado.
-Oi – disse sem ânimo algum.

Passei por eles, não dei importância aos comentários “ O que ela tem?” “Tem algo de errado com ela?” e etc. Não, imagina, só o cara que eu mais desejo na vida transou com uma vadia qualquer na noite passada e aparece aqui em casa. Só isso.

De repente vem o meu lindo irmão Zayn falar comigo na cozinha:
-Você tem o quê sua retardada?

Oh, quanta educação! Nem parece gente.

-Me deixa! Sou retardada sim, e daí?

-Ah eu sei disso, não é nada, só podia disfarçar que está com ciúmes do Harry. Não pega muito bem sabe, ele nunca olharia pra você.
-Mas eu não tô com ciúmes dele! O que que é? Pirou?

-Eu tô ligado! Tava vendo o seu PC um dia desses, e acessei uma página lá chamada Notícias Harry Styles. Não foi tão difícil descobrir, e eu aposto que você acabou de acessar ela, novamente, como faz todos os dias não é?

-Afff Zayn, nada a vê, é só curiosidade!
-Eu não disse pra ele. Ainda, mas eu vou lá contar.

Nesse momento ele saiu em direção à sala, e eu fui atrás:
-Seu viado, se você falar alguma coisa sobre o que conversamos agora eu acabo com a sua raça!

-Então resolveu confessar? – ele disse debochado.
A essa altura eu estava vermelha igual a um pimentão, ainda pagando de louca na frente dos cinco.
-Só não quero você falando besteira!

-Mas se é mentira não é nada demais! – ele começou a rir.
-Ai que merda! Quer saber? Conta essa porr@, vai, tô esperando!

Não sei como eu criei coragem pra falar isso mas eu pensei que ele não falaria por ver o meu estado, apesar de tudo Zayn era meu irmão e ele me apoiava quando preciso. Mas o filho da mãe...
-Então Harry, minha irmãzinha está com ciúmes de você...

PQP! Ele falou:
-Mas... Não, não tem nada a ver, nada a ver! Isso é uma calúnia! Zayn seu filho de uma... – não ia xingar a minha mãe – Vai à merda!

O Harry me encarou e eu estava indignada, não... Isso não estava acontecendo!
-Sabe o que é, é que esse... esse viado viu que eu acessei uma página de notícias sua e já ta falando merda!
-Ela acessa a página todos os dias...

-Cala a boca! Já disse que é curiosidade!
Harry interrompeu.

-Tudo bem Katy, eu só não esperava que...
-Não tem o que esperar! Se enxerga Harry, só porque é famoso acha que tá abalando? Afff...

-Isso não é verdade! – Zayn se manifestou – Tudo o que ela quer é uma chance...
Liam, Louis e Niall me encaravam com uma cara de espanto, como se algo inacreditável tivesse acontecido.

-O que foi que vocês tão me olhando? Zayn eu te mato!
-Qué isso maninha, tô te ajudando...
Eu bufei.

-Ok, já falou besteira demais Zayn, chega a sua cota já estourou. E eu já disse que não tem nada demais, afinal o Harry nunca me olharia não é maninho? E pra mim já deu essa história, acreditem no que quiserem, se acham que a mentira é mais convincente problema de vcs...

Eu subi super furiosa e morrendo de raiva! Como que pode afff, tô passada, até que alguém bate a porta.
-Mas o que... – eu disse com a cara mais vermelha do mundo.

-Calma Katy, eu só quero conversar... -  Harry disse se aproximando de mim.
-Não tenho nada pra falar com vc Harry, vai embora e não toca mais nesse assunto.

-Sabe, eu fiquei feliz por saber que uma garota tão linda é apaixonada por mim. – seus olhos brilhavam naquele instante, eu não sabia o que dizer, queria que alguém me beliscasse e dissesse que era verdade, não tinha como acreditar.

-Anh? O que você tá dizendo? Eu não sou apaixonada por você, o Zayn entendeu errado, não tem nada a ver...
-Bem, você é gostosa, não me importaria de pegar você.

Como assim?
-Ah Harry, você transou com aquela garota a noite passada, olha aí, vc tá de touca e nem disfarça, agora vai querer me levar pra cama tb, é isso?

-Tudo bem, eu não vou insistir, mas eu sei que você quer isso tanto quanto eu.
-Como é que é? Você tá achando que eu sou o que, aquela vadia de ontem? Se enganou meu bem, pode dar meia volta, otário!

Eu fiquei indignada com aquela insinuação dele, até que ele não estava tão errado, tive uns sonhos eróticos com ele muito bons por sinal mas eu não ia falar sobre isso.
-Você sabe onde me procurar, e eu vou estar te esperando.
-Não espere, eu não vou.

-Vai sim, e vai hoje à noite, pode subir direto a porta do apartamento vai estar aberta. Preciso ir, te vejo mais tarde.

Ele saiu por aquela porta. A essa altura eu não estava vermelha, eu estava rosa chiclete com aquela situação, não acredito que ele pode ser tão cafajeste a ponto de me convidar, mas eu queria ir, sei que é imprudente, é muito vadia da minha parte admito mas eu desejava ele mais que tudo na minha vida, a sorte não bate duas vezes na porta e eu iria encontrá-lo esta noite.

Me arrumei e me produzi como nunca! Realmente eu estava bonita. Meu look super fashion (CLICK) . Tomei coragem e resolvi ir, Zayn não estava em casa e minha mãe nunca está, assim como o meu pai. Eu cheguei na frente do prédio e pensei se seria realmente certo eu subir. Eu fui, abri a porta e lá estava ele me esperando, lindo como sempre. Sorriu ao me ver, aquelas covinhas eram incríveis.

-Não sei nem porque eu vim... – eu disse meio incrédula.
-Eu sei, e por esse mesmo motivo eu preparei esse jantar pra gente.
A mesa estava incrível, Harry sabia impressionar uma garota, mas eu não estava interessada no jantar , e sim na sobremesa.

Sentamos e começamos a comer e conversar. Eu sabia o quão ele era incrível, conversar com ele era uma maravilha, eu me encantava cada vez mais.
Terminamos de jantar, nos sentamos no sofá e ele começou uma conversa picante:
-Você ficou linda nervosa quando Zayn revelou a sua paixão por mim... – ele riu.
-Ainda acha que eu sou apaixonada por você?

-Acho, e você é. O seu olhar não me engana. – ele me encarou e começou  a olhar a minha boca, eu já sabia onde isso ia parar.
-Ok, vamos direto ao ponto. Você sabe que eu não vim aqui jantar com você, quero algo a mais.
-Eu sei mas fazer as coisas com pressa não é bem a minha.

-Estamos aqui sem fazer nada, porque não começamos logo?
-Ok apressadinha, vamos matar a sua vontade.

Ele me deu um beijo apressado, muito excitante, nossa como aquele garoto podia beijar tão bem? Eu fiquei explorando a sua boca até perdermos totalmente o fôlego. Ele se levantou e me puxou pelo braço:

-Vamos para um lugar mais aconchegante. – em seguida ele sorriu e nós fomos para o seu quarto. Muito lindo por sinal , ele me jogou na cama e veio pra cima de mim, me acariciando e me dando beijinhos fazendo o meu corpo se arrepiar, agora eu entendia porque todas as garotas caíam aos seus pés, ele realmente era incrível. As carícias excitantes, nossos olhares cheios de desejo, eu sabia que era algo proibido, se o meu irmão sonhasse com aquilo eu estaria ferrada, mas é como dizem, o que é proibido sempre é mais gostoso. E como é.

-Posso te perguntar uma coisa? – ele me interrompeu com um olhar de espanto.
-O quê? – eu perguntei curiosa.
-Ainda é virgem?- ele olhou mais espantado ainda.

-Sou e daí?
-Não podemos transar então...
-Então quer dizer que pra alguém transar com você já tem que estar arrombada, é isso?

Ele me olhou com mais espanto ainda. Confesso que o que eu falei foi bem escroto.
-Ok garota, isso já foi longe demais. Você é a irmã do meu melhor amigo, eu não gosto de garotas do seu tipo, não dá certo.

-Eu não tenho ‘tipo’ e quer saber? Foda-se, afinal você não quer isso tanto quanto eu, não é você que sonha perdendo a virgindade com um ídolo...
-Sério que você sonha transando comigo? – ele abriu um sorriso.

-Não, é só uma piada nova. Gostou? – eu disse em ironia.
-Amei. – ele me jogou novamente naquela cama macia, pressionou seus lábios contra os meus, tirou a sua blusa e em seguida me ajudou a tirar a minha, suas mãos apertavam as minhas coxas e em resposta eu suspirei, ele sorriu e foi tirando a minha calça, eu estava com pressa em senti-lo, então fui facilitando as coisas, e logo estávamos nus. Ele era exatamente como eu imaginava, só que melhor, digamos que agora fosse em 3D.

Aqueles amassos eram incríveis, eu estava molhada e cheia de tesão, ele estava rígido como uma pedra, aquilo era muito grande, eu tinha medo dele me machucar mas ao mesmo tempo não estava nem aí, o que importaria mesmo? Quando se tem Harry Styles meu bem, dane-se o mundo.
Ele pegou uma camisinha, sabor menta. Colocou no seu membro e me disse:
-Vamos direto ao ponto, não aguento mais esperar.

-Ok Curly Boy. Vem.
Ele se posicionou entre as minhas pernas e começou a penetração. Doía muito, até porque era a minha primeira vez, mas eu comecei a me acostumar, com o tempo eu não gemia de dor, mas sim de puro prazer com aquela conda entrando e saindo de mim rapidamente, o Harry estava insaciável, eu estava pra gozar e ele estava com todo o pique.

-Anh... Harry... – acho que era possível ouvir os meus gemidos de lá da portaria, eu estava bem escandalosa, o Harry gemia baixo, com o tempo eu percebi que ele estava cansando, não demorou muito e eu gozei, gemendo altamente pela última vez. O Harry continuou com algumas estocadas, mas logo caiu em cima de mim exausto.

-Isso foi muito imprudente. – ele disse ainda ofegante.
-E quem se importa com isso? – eu perguntei.

-Mas foi muito gostoso. –ele terminou de completar a frase.
-Muito obrigada, você superou as minhas expectativas.

-Não tem de quê... Agora acho que você precisa estar em casa antes da meia-noite.
-É verdade. Será que um certo garoto que me fez delirar há poucos instantes poderia me levar?

-Mas é claro. Eu levo uma certa garota a quem eu dei prazer em sua primeira vez aonde ela quiser.
Então nós nos arrumamos e ele me levou de volta pra casa. Quando ele parou o carro, eu disse:

-Eu sei que nunca mais vai rolar Harry, por isso eu queria te dizer uma coisa...
-Pode falar.

-Eu nunca vou te esquecer, nunca mesmo. – nesse momento eu o agarrei e lhe dei um beijo calmo e doce, o típico beijo apaixonado, demorou tanto tempo, nós não queríamos que acabasse. Eu interrompi o beijo com um selinho no final, logo em seguida saindo do carro e lhe disse:

-Ah, se não for pedir demais, não use touca amanhã.
Ele riu e respondeu:

-Ok, eu não preciso colocar uma pra me lembrar desta noite.
Eu pisquei pra ele e ele seguiu com o carro. Olhei pro céu e fiquei admirando as estrelas, elas agora estavam testemunhando a minha noite de amor.

8 comentários:

  1. ficou otima so foi ruim o final pq nao ia ter outra
    veis ):
    tenta fazer que ele goste msm dela e eles fiquem juntos
    bjs...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. tambem acho

      Excluir
    2. verdade eu gostei mais achei o final muito chato por favor faz continuação por favor

      Excluir
  2. uall deixei um gostinho de quero mais, não é mesmo? vou dar o que vcs querem hihi'

    ResponderExcluir
  3. eu queria que vc fizesse a continuação que ele comece a se apaixonar por ela

    ResponderExcluir

[Opinião não é sinônimo de ofensa, portanto os comentários ofensivos serão automaticamente excluídos]